Menu principal
 

O primeiro Diretor-Geral da Escola Agrotécnica Federal de Sombrio foi o professor Celso Luiz Lemos, que ocupou a função de forma pró-tempore durante 1993 e 1994.

De 1994 a 2004, o professor Luiz Carlos Minussi foi o Diretor-Geral da Escola Agrotécnica Federal de Sombrio. De 1994 a 1995 ocupou a função de forma pró-tempore. De 1995 a 2004 ocupou a função de Diretor-Geral, constituindo-se de dois mandatos.

A seguir, o professor Fernando Dilmar Bitencourt ocupou a função de Diretor-Geral da Escola Agrotécnica Federal de Sombrio de 2004 a 2008.

De 2008 a 2012, o professor Adalberto Reinke ocupou a função de Diretor-Geral da Escola Agrotécnica Federal de Sombrio em seguida, sendo designado para ocupar a função de primeiro Diretor-Geral do Instituto Federal Catarinense Câmpus Sombrio.

Celso Luiz Lemos

Celso Luiz Lemos

O professor Celso Luiz Lemos foi nomeado pela Portaria nº 1.272, de 03/09/1993, como Diretor-Geral Pró-Tempore da Escola Agrotécnica Federal de Sombrio, ocupando a função até 1994.

 

LUIZ CARLOS MINUSSI

Luiz Carlos Minussi

O professor Luiz Carlos Minussi foi nomeado Diretor-Geral da Escola Agrotécnica Federal de Sombrio pela Portaria nº 1.255, de 23/08/1994, como Diretor-Geral Pró-Tempore. Pela Portaria nº 1.524, de 14/12/1995, exerceu o seu primeiro mandato até 1999, quando por meio da Portaria nº 1.830, de 21/12/1999, foi nomeado para um segundo mandato até 2004.

 

Fernando Dilmar Bitencourt

Fernando Dilmar Bitencourt

O professor Fernando Dilmar Bitencourt foi nomeado Diretor-Geral da Escola Agrotécnica Federal de Sombrio pela Portaria nº 3.811, de 15/12/2003, ocupando a função de 2004 a 2008.

 

Adalberto Reinke

Adalberto Reinke

O professor Adalberto Reinke, por meio da Portaria nº 1.243, de 19/12/2007, exerceu o seu mandato de Diretor-Geral da Escola Agrotécnica Federal de Sombrio e como primeiro Diretor-Geral do Instituto Federal Catarinense Câmpus Sombrio de 2008 a 2012.

 

foto-professor-krause

Carlos Antonio Krause

O professor Carlos Antonio Krause ficou a frente da Direção-geral de janeiro de 2012 a janeiro de 2016, nomeado pela Portaria da Reitoria do IFC n° 52, de 10/01/2012, publicada no Diário Oficial da União de 12/01/2012.

Em junho de 2014, através da PORTARIA Nº 505, DE 10 DE JUNHO DE 2014, do Ministério da Educação, o Campus Sombrio passou a se chamar Campus Santa Rosa do Sul, com isso o prof Carlos Krause foi renomeado, através da Portaria n° 1361, de 16/06/2014, DOU de 17/06/2014.